Som do dia

domingo, outubro 30, 2011

Bençãos

Tristeza

Ser Livre...

Compaixão

Sombra do Outro

O Amor e a Razão


Amor é um carpinteiro
Que ri com ar de matreiro
Cerrando forte e ligeiro

Na tenda do coração...
Com toda a proficiência
Põe pregos de resistência
Ferrolhos na consciência
Tranca as portas da razão.
(Adelaide de Castro)

Saber Ver...


É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas
estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam
de motivos nem os desejos de razão.
O importante é aproveitar os momentos e aprender sua duração,
pois a vida está nos olhos de quem souber ver.

Melhor Que Nada!

Dormir deixa-me 0 km.
Ler um bom livro faz-me sentir nova em folha.
Viajar deixa-me tensa antes de embarcar,
mas depois rejuvenesço uns cinco anos.
Brigar provoca-me arritmia cardíaca.
Ver pessoas tendo acessos de estupidez
revolta-me o estômago.
Testemunhar gente lixo
pela janela do carro faz-me perder
toda a fé no ser humano.
E telejornais...
Os médicos deveriam proibir - como doem!
Caminhar faz bem, dançar faz bem,
ficar em silêncio quando uma discussão
está pegando fogo, faz muito bem!
Exercitas o autocontrole e ainda acordas
no outro dia sem se sentir arrependido de nada.
Acordar de manhã arrependido do que disseste
ou do que fizeste ontem à noite é prejudicial à saúde!
E passar o resto do dia sem coragem
 para pedir desculpas, pior ainda!
Não pedir perdão pelas nossas faltas dá câncer,
não há tomate ou mussarela que previna.
Ir ao cinema, conseguir um lugar
central nas fileiras do fundo,
não ter ninguém atrapalhando tua visão,
 nenhum telemóvel tocando
e o filme ser espectacular, uau!
Cinema é melhor para a saúde do que pipoca!
Conversa é melhor do que piada.
Exercício é melhor do que cirurgia.
Humor é melhor do que rancor.
Amigos são melhores do que gente influente.
Economia é melhor do que dívida.
Perguntar é melhor do que duvidar.
Sonhar é melhor do que nada!

Dizes...


Dizes que amas a chuva,
mas abres teu guarda-chuva quando chove.
Dizes que amas o sol,
mas procuras a sombra quando o sol brilha.
Dizes que amas o vento,
mas fechas as janelas quando o vento sopra.

Coragem


Nada em mim foi cobarde,
nem mesmo as desistências...
Desistir, ainda que não pareça
Foi meu grande gesto de coragem...

Silêncio...


Machucamos com a voz, mas para torturar mesmo, só com o silêncio.

Maturidade


A maturidade permite-me olhar com menos ilusões,
aceitar com menos sofrimento,
entender com mais tranquilidade
e querer com mais doçura.

quarta-feira, outubro 26, 2011